09 dicas para quem vai viajar ao Caribe pela primeira vez

Vai viajar para alguma ilha paradisíaca do Caribe pela primeira vez? Para te ajudar, preparamos algumas dicas e informações como: necessidade de passaporte, países que exigem visto para entrada de brasileiros, certificado de vacina contra febre amarela e se vale a pena ficar em hotéis all inclusives, tudo para que você possa curtir ao máximo sua viagem!

Resultado de imagem para carregando mala de viagem

  • Passaporte – A maioria dos países caribenhos aceita os passaportes brasileiros com validade pelo mesmo tempo da estadia. Exceto Cuba, que exige validade mínima de seis meses a contar da data da viagem e San Andrés, que por fazer parte da Colômbia e possuir acordo Mercosul, é possível viajar apenas com o RG (não esqueça que o documento deve ter data de emissão inferior a 10 anos e estar legível)

Resultado de imagem para passaporte viagem brasil

  • Visto – Não é necessário visto para visitar as ilhas do Caribe por um curto período, mas cada país tem suas regras de imigração. Fique atento se o seu voo faz escalas ou conexões em outros países que podem exigir o visto de brasileiros, como os EUA, por exemplo.
  • Aruba, Bonaire, Curaçao e St Marteen: não é necessário visto para viagens de até 90 dias, porém a permanência máxima no conjunto destas ilhas é de 90 dias ao longo do ano.
  • Antígua e Barbuda: Dispensa de visto, por até 180 dias.
  • Bahamas: não exige visto para brasileiros para estadias de até 90 dias.
  • Barbados: Não exige visto para até 180 dias de permanência no país.
  • Belize: Dispensa de visto, por até 90 dias, sendo que o prazo total de estada não deve exceder 180 dias a cada doze (12) meses, contados a partir da data da primeira entrada.
  • Cancun: Dispensa de visto, por até 90 dias.
  • Cuba: Para viagens a turismo é preciso solicitar uma permissão no consulado cubano, apresentando passaporte com validade mínima de seis meses (a contar da data da viagem), comprovante das passagens de ida e volta (com no máximo 30 dias de permanência) e pagamento da taxa consular. É possível fazer o pedido por correio: basta enviar uma cópia do passaporte, das passagens, o comprovante de pagamento da taxa e um envelope com o endereço preenchido para receber a documentação de volta.
  • Jamaica: Para quem viaja para a Jamaica, não há necessidade de visto para turismo, desde que a permanência não ultrapasse 90 dias.
  • República Dominicana: Não há necessidade de visto para visitar Punta Cana e outros destinos dominicanos por até 90 dias. Porém, na chegada, ainda no aeroporto, é preciso obter uma autorização pagando uma taxa de 10 dólares.
  • San Andrés: Não há necessidade de visto para estadias de até 90 dias na ilha colombiana.
  • Trinidad e Tobago: Brasileiro não precisa de visto até 90 dias de permanência.
  • Turcos e Caicos: Não há necessidade de visto para brasileiros.

Fonte Itamaraty

 Resultado de imagem para carimbando o passaporte

  • Vacinas – Atualmente todos os países caribenhos tem exigido Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) dos brasileiros, exceto para passageiros de cruzeiros curtos (que ficam um dia nas ilhas). É importante lembrar que a vacina fracionada não serve para viagens internacionais. É preciso tomar a dose-padrão, que é de 0,5 mililitros e imuniza para a vida toda. A dose fracionada contém 0,1 mililitros e dura 8 anos. Munido do cartão de vacinação fornecido pelo posto de saúde ou clínica particular, é necessário fazer um pré-cadastro online no site da Anvisa, agendar uma data no posto mais próximo e comparecer ao endereço levando também um documento de identidade e a passagem. Em São Paulo, os postos da Anvisa de Cumbica e Congonhas emitem o documento. Caso a sua viagem esteja marcada para antes da data disponível próxima, vá até o posto da Anvisa do aeroporto munido da passagem aérea e do cartão de vacinação. A espera pode ser longa, mas você sai de lá com o certificado.

Fonte Site Anvisa

Arquivo OMS 

Resultado de imagem para vacina febre amarela

  • Repelente e Protetor Solar – Itens indispensáveis para ir ao Caribe! Dependendo da época do ano, há muitos pernilongos que podem incomodar. Quanto ao protetor, apesar de estarmos acostumados por morarmos em um país tropical, é muito importante levar sempre na bolsa e retocar a cada 2 horas, especialmente nas crianças e idosos, pois o sol queima muito por lá, mesmo em dias nublados. Não esqueça que embalagens com líquidos superiores a 100ml devem ser despachados e não é permitido levar produtos do tipo aerosol nas aeronaves.

 

  • Bagagem – É muito importante verificar junto a companhia aérea sobre a quantidade de malas que cada passageiro pode levar bem como o peso máximo de cada uma delas em TODOS os trechos da viagem, especialmente para os voos internos para as ilhas, pois muitos são feitos com aeronaves pequenas e você poderá correr o risco de não conseguir embarcar toda a sua bagagem.

Resultado de imagem para muitas malas

  • Vale a pena ficar em hotéis all inclusives – Uma decisão muito importante e difícil a ser tomada sempre é com relação a hospedagem: será que vale a pena ficar em um hotel all inclusive? Ou seria melhor uma pousada ou ainda uma acomodação mais simples? Na verdade, essa decisão depende muito dos seus objetivos na viagem, mas você deve considerar se hospedar em um hotel all inclusive se você viaja com crianças ou adolescentes; se gosta de beber uns drinks e não quer se preocupar em dirigir, se a sua prioridade é descansar e não ficar pensando em passeios diários ou ainda ter que sair para procurar restaurantes para jantar todas as noites, além, é claro, se o custo benefício valer a pena.

Imagem relacionada

  • Hotel aceita crianças? Esta é uma informação extremamente importante e deve ser verificada antes da definição da escolha da sua hospedagem. No Caribe existem muitos hotéis apenas para adultos, por isso não esqueça de perguntar ao seu agente de viagens ou consultar esta informação nas reservas em sites especializados.

Imagem relacionada

  • Transfers – Ao fazer a reserva da sua hospedagem, se informe sobre a existência de transfer do hotel para o aeroporto. Muitos oferecem esta comodidade no Caribe, porem é preciso fazer a reserva antecipadamente.

 Resultado de imagem para transfers

  • Dinheiro – Cada um dos países caribenhos tem sua própria moeda, mas em todos eles o dólar americano é bem aceito. Convém trocar um pouco de dinheiro pela moeda local especialmente para pagar taxis ou comprar souvenirs. Cartões de crédito também são uma boa alternativa para não precisar ficar andando com muito dinheiro vivo, mas lembre-se que você receberá a fatura acrescida de 6,38% de IOF.

Resultado de imagem para dollars

Para mais detalhes e informações, acesse nossa pagina www.viagemcaribe.com.br e boa viagem!

Mais posts acesse:

Curaçao

Aruba

Bahamas

San Andrés

Anúncios

Deixe uma resposta